Ad imageAd image

Airbus assegura formação de angolanos

Isaías Raposo
2 Min Read

A Airbus Defence and Space vai reforçar, este ano, a formação de quadros na área espacial, em França, no âmbito do contrato rubricado com o Executivo angolano para a fabricação e lançamento do Angeo 1, o satélite angolano de observação da Terra de alta resolução.

O reforço da cooperação no domínio da formação está enquadrado na estratégia da Airbus Defence and Space para garantir que técnicos angolanos estejam à altura de gerir o satélite Angeo 1, quando estiver a operar.

Segundo dados obtidos a partir do stand de exposição da empresa francesa, a par do reforço desta cooperação, a Airbus Defence and Space tem vindo a formar jovens angolanos na área espacial em Toulouse, França.

Para a Airbus, em África, Angola é um parceiro importante pela visão que possui, daí que levou o Governo angolano a implementar o Programa Nacional Espacial, que se encontra em funcionamento.

De acordo com a Airbus, Angola é um país-chave no quadro do programa espacial, o que permitiu o estabelecimento de parceria e colaboração com o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social e o Gabinete de Gestão do Programa Nacional Espacial (GGPEN).

A par de Angola, a Airbus tem vindo a desenvolver, também, várias acções em vários países africanos no domínio espacial.

Parceria com o GGPEN

Neste particular, a Airbus Defence and Space tem estado a fornecer imagens via satélite ao Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional para o desenvolvimento de uma série de aplicações utilizadas na agricultura, controlo das infra-estruturas e do espaço marítimo.

A Airbus participa na III edição da Conferência New Space África 2024 com o interesse nas áreas da defesa e espacial. Dentro da área espacial, a Airbus fabrica satélites de telecomunicações e de observação da Terra, proporcionando imagens de alta resolução  a vários clientes em diferentes modalidades.

Share This Article
Leave a comment